• Aldomar de Castro

ULTRAPASSAGEM

ULTRAPASSAGEM

            A ultrapassagem é uma manobra complexa  e perturbadora do trânsito. Os riscos da ultrapassagem exigem do condutor fiel observação das regras de trânsito e uma excessiva prudência. A ultrapassagem é responsável por um elevado índice de acidentes por imprudência, imperícia ou negligência. O condutor que ultrapassa, caso seja surpreendido com outro veículo trafegando no sentido contrário, as velocidades são somadas, gerando uma imensa energia cinética. Para o condutor iniciar uma ultrapassagem deve certificar-se de que dispõe do espaço suficiente e de visibilidade que lhe permita  realiza-la com segurança. Que nenhum condutor que venha atrás haja começado uma manobra para ultrapassá-lo; que o condutor que o precede na mesma faixa de trânsito  não haja indicado o propósito  de ultrapassar um terceiro; observar que a faixa de trânsito  que vai tomar esteja livre  numa extensão suficiente para que sua manobra   não ponha em perigo ou  obstrua o trânsito que vem no em sentido contrário. Após estas observações, sinalizar com antecedência  a manobra que deseja realizar, acionando a luz indicadora de direção (pisca-pisca) do veículo ou por gesto convencional de braço. Posicionar seu veículo afastado do qual ultrapassa  de forma que deixe livre uma distância lateral de segurança. Após a efetivação da manobra de ultrapassagem retornar a faixa de trânsito  de origem, acionando o indicador de direção adotando o cuidado de não por em risco o veículo ou obstruir o veículo ultrapassado. O condutor, também deve observar que os veículos de maior porte são responsáveis, pela segurança dos de menor porte  e ambos respondem pela seguranças dos de propulsão humana (bicicleta) e tração animal e, todos pela segurança dos pedestres.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

REFLEXÃO

O mundo é um complexo de seres, Que um sempre depende de outro. Ninguém consegue viver neutro, Para desenvolver seus afazeres. Há relacionamento entre poderes, Que forma uma fiel dependência. Longínqu

PIXURUM

P I X U R U M Tenho setenta e nove  anos de idade, sou filho de pequeno agricultor nascido e criado no município de Sobradinho, assentado na região centro-serra do Estado do Rio Grande do Sul, até os

CAPA RURAL

O PONCHO USADO NO PAMPA, DE COR AZUL OU CINZENTA. COM BAETA RETOVADA, NESTE ESTILO SE ESTAMPA. CIRCULAR COMO UMA TAMPA, COM  UMA ABERTURA CENTRO. O USUÁRIO FICA POR DENTRO, COM MOVIMENTO RESTRIT