• Aldomar de Castro

500 ANOS




O PAPA INOCÊNCIO FEZ REINO, E PORTUGUAL “AGNUS DEI.”

EM MIL CENTO E QUARENTE E TRÊS QUE O FATO ACONTECEU.

O TRATADO DE SAMORA AO ENTÃO CONDADO ESTABELACEU

QUE DOM AFONSO HENRIQUES, FOSSE O SEU PRIMEIRO REI.

É HISTÓRIA, É CURIOSA. COMO ACONTECEU ISSO EU NÃO SEI.

MAS FOI EXATAMENTE ASSIM, QUE COMEÇOU PORTUGAL.

O CONDADO PASSOU A SER REINO POR UM TRATADO PAPAL.

OS ANOS CONSOMEM DINASTIAS, DE BORGONHA OU AFONSINA ,

EXPANDIU SUAS FRONTEIRAS COM , POSSE DA TERRA SULINA,

ONDE OS MOUROS OCUPAVAM E TINHAM O DOMÍNIO TRIBAL.

MIL QUATROCENTOS E DEZESETE NASCE SAGRES POR EDIS,

COMO CENTRO AVANÇADO DE ESTUDOS E PESQUISAS NAVAIS.

PORTUGUESES JÁ NAVEGAVAM, PRETENDIAM APRENDER MAIS.

COM O PROGRESSO DAS CARAVELAS, E A DINASTIA DE AVIS,

DOM JOÃO PRIMEIRO INSTITUI O REINO , NUM MOMENTO FELIZ.

ESPANHÓIS SE HABILITAM COM SANTA MARIA, PINTA A NIÑA,

PRETENDIAM IR PARA A INDIA, CERTEZA DA ROTA NÃO TINHA.

DOZE DE OUTUBRO DE MIL QUETROCENTOS E NOVENTA E DOIS,

COLOMBO DESCOBRE A AMÉRICA, OUTROS CHEGARAM DEPOIS,

COM INFORMAÇÕES DESSE FEITO, SE SABIA PORQUE VINHA.

COM O FEITO DE COLOMBO, RECORRE AO PAPA A ESPANHA.

PEDINDO A DIVISÃO DO MUNDO, E ALEXANDRE VI ATENDEU.

CEM LÉGUAS DO CABO VERDE, A DEMARCATÓRIA ESTABELECEU

AFRICA PARA PORTUGAL E A NOVEL AMÉRICA PARA ESPANHA.

DOM JOÃO SEGUNDO, REI DE PORTUGAL COM MUITA BARGANHA,

LEVA A DIVISÓRIA A 370 LÉGUAS, COM O TRATADO DE TORDESILHAS,

ESTE ANULA A INTER CAETERA, E GANHA EXTENSÕES EM MILHAS.

SAINDO DE CÁDIZ, NA ESPANHA, ALONSO DE OJEDA COM CAUTELA,

EM MIL QUATROCENTO E NOVENTA E NOVE, CHEGA NA VENEZUELA,

REGISTRANDO O CARTÓGRAFO JUAN DE LA COSA, NOVAS TRILHAS.

MIL QUATROCENTO E NOVENTA E NOVE, EM O DIA ERA DE TESTE. PRECISDAMENTE DIA DEZOITO, PARTE DE PALOS NA ESPANHA

VICENTE YÁNES PINZON, COM TRÊS NAVIOS QUE O ACOMPANHA

ATÉ CHEGAR NAS CANÁRIAS E CABO VERDE RUMO A SUDESTE

ATRAVESSOU O EQUADOR, REGISTROU TUDO SEM CONTESTE,

EM VINTE E SEIS DE JANEIRO DO ANO DE MIL E QUINHENTOS,

NO CABO DE SANTA MARIA, CONCLUIU SEUS RECONHECIMENTOS.

CHEGANDO EM PERNAMBUCO, CABO DE SANTO AGOSTINHO,

REGISTROU DESCOBERTAS E TUDO O QUE VIU NO CAMINHO.

ESPANHA RELATOU TODOS OS BONS ACONTECIMENTOS.

A ILHA DAS SETE CIDADES E A ILHA MISTERIOSA SE VIU.

VARIAVAM A POSIÇÃO SEM TER CERTA A LATITUDE .

DUARTE PACHECO PEREIRA, ESCREVEU PRA JUVENTUDE;

“ PASSANDO ALEM A GRANDEZA DO MAR OCEANO” BRAVIU,

OUTRAS EXPLORAÇÕES O PRÓPRIO PORTUGAL EXPEDIU.

PARA CONSOLIDAR O TRATADO E A SUA DEMARCAÇÃO.

ANTES QUE DESPERTASSE INTERESSE, POR OUTRA NAÇÃO.

A FRANÇA SERIA PRECURSORA COM A VINDA DE JEAN COUSIN,

COMO AS PROVAS SÃO FRACAS, NO CASO FOI POSTO UM FIM,

HOJE NÃO SE ADMITE MAIS, FOI SOMENTE PRETENÇÃO.

VEJAM SENHORES PATRÍCIOS, A PRETENÇÃO DE EXPANDIR,

DOS PAISES DA EUROPA, EXPEDICIONÁRIA DE ANTANHO.

NÃO TINHAM CONHECIMENTO , DE QUAL SERIA O TAMANHO,

DAS TERRAS ORIENTAIS QUE SAGRES AFIRMAVA EXISTIR.

NÃO CONHECIAM O CAMINHO, MAS SE AVENTURARAM A VIR.

PARA CÁ TROUXERAM A SORTE, E MAIS UM POUCO DE NADA,

BUSCAVAM FORTUNA E RIQUEZA, LEVAVAM EM CADA JORNADA,

UM POUCO DAS ENTRANHAS BRAVIAS DESTE NOSSO CONTINENTE .

QUE ERA TÃO CALMO, TÃO FELIZ E EXTREMAMENTE INOCENTE.

SOFRE O DESGASTE DO TEMPO, SEM RECUPERAÇÃO PROGRAMADA.

QUEM CHEGOU NÃO TOMOU POSSE, VOLTOU PRA CONTAR O QUE VIA.

CABRAL CUMPRIU ORDENS DE SAGRES, PARA CONFERIR A NOTÍCIA,

COMO QUE NAVEGANDO A DERIVA, SEM PRETENÇÃO NEM MALÍCIA.

ATÉ AVISTAR O MONTE PASCOAL, E DAR CIÊNCIA A SUA MONARQUIA,

BAIXOU FERRO E REZOU MISSA, SABENDO QUE PARA A ÍNDIA NÃO IA.

DEU REDEAS DA SUA JORNADA, LEVANDO PRODUTOS E INFORMAÇÕES,

COMPROVANDO A VERACIDADE E COM TODAS SUAS CONCLUSÕES.

DE LÁ VIERAM OUTRAS CARAVANAS, PARA POVOAR O CONTINENTE,

CADA VEZ IA MAIS FONTUNA, E CADA VEZ VINHA MAIS GENTE,

PARA HABITAR O LITORAL E BANDEIRAS EXPLORAR OS SERTÕES.

ANO DE MIL E QUINHENTOS, EM VINTE E DOIS DE ABRI POR ABORTO.

AVISTARAM UM MONTE REDONDO DERAM-LHE NOME DE PASCOAL.

DE IMEDIATO NICOLAU COELHO, CUMPRE AS ORDENS DE CABRAL,

CONTATA COM ALGUNS ÍNDIOS E PROCURANDO UM BOM PORTO ,

QUE LHES DESSE SEGURANÇA E ATÉ MESMO ALGUM CONFORTO.

NO DIA SEGUINTE O FREI COIMBRA REZOU A PRIMEIRA MISSA,

BATIZADA POR ILHA DE VERA CRUZ, JÁ DESPERTANDO COBISSA.

EM DOIS DE MAIO CABRAL, MANDOU DIVIDIR O CONTINGENTE,

PERO VAZ DE CAMINHA FOI SEU PRIMEIRO ESCREVETE,

MANDANDO NOTÍCIAS AO REI, ENUMERANDO PREMISSA.

MIL QUINHENTOS E 34, DOM JOÃO TERCEIRO ERA A LEI

CRIOU QUATORZER CAPITANIAS CHAMADAS HERDEDITÁRIAS,.

DE DEZ A CEM LÉGUAS, FORMARAM LINHAS DIVISIONÁRIAS.

DISTRIBUÍDAS A DONATÁRIOS; PARENTES E AMIGOS DO REI.

MARTIM AFONSO E BRAS CUBAS, COMO PROCEDERAM NÃO SEI,

MAS DESENVOLVERAM SÃO VICENTE, COM MAESTRIA E ESMERO.

AGRICULTURA E PECUÁRIA FORAM SEU PROJETO PRIMEIRO.

GOVERNADORES GERAIS E O S CICLOS DO AÇUCAR E MINÉRIO,

SEGUIU-SE COM OURO E CAFÉ, MAIS TARDE VIROU IMPÉRIO,

CHEGOU A FAMÍLIA REAL NA BAHIA, DEPOIS NO RIO DE JANEIRO.

D. PEDRO PRIMEIRO PROCLAMA, A INDEPENDÊNCIA SULINA .

SURGE A CONSTITUIÇÃO, INSPIRADA NA DOS FRANCESES.

ACONTECIMENTOS E REGIMES A MODIFICARAM POR VEZES,

ENTRE REINO, IMPÉRIO, CONSELHO, REGÊNCIA UNA E TRINA,

NOSSA TERRA BUSCA CAMINHOS, PARA CUMPRIR SUA SINA.

CHEGA O QUINZE DE NOVEMBRO DE MIL OITOCENTO E OITENTA,

COM MAIS NOVE ANOS A REPÚBLICA, O IMPERIO NÃO AGUENTA.

MANOEL DEODORO DA FONSECA, FOI O PRIMEIRO PRESIDENTE,

MIL OITOCENTO E NOVENTA E UM, NOVA CONTITUIÇÃO VIGENTE

COMO QUERIA RUI BARBOSA, CONSOLIDOU-SE EM NOVENTA.

VARGAS E O ESTADO NOVO, O CICLO REVOLUCIONÁRIO ENSINA.

COM QUINZE ANOS DE DITADURA, DE ORGANIZAÇÃO E DIREITO.

CONTINUA O PRESIDENCIALISMO, COM DEMOCRACIA E RESPEITO.

MIL NOVECENTOS E SESSENTA E QUATRO, A CORRUPÇÃO PREDOMINA

OS PODERES CONSTITUCIONAIS, NÃO COMPREM O QUE DETERMINA,

A CONSTITUÇÃO DO PAIS, DESTA FORMA SURGE O REGIME DE EXCEÇÃO,

HOUVE TROCA DE GOVERNO E MUDANÇA NA NOSSA CONSTITUIÇÃO .

AS ELEIÇÕES ERAM INDIRETAS, E ALGUNS EXECUTIVOS NOMEADOS,

A EDUCAÇÃO E O CIVISMO FORAM GRADATIVAMENTE REAVALIADOS,

MAIS TARDE REDEMOCRATIZA, OS QUINHENTOS ANOS DA NAÇÃO.

SIMTOMATIZAM MINHA PÁTRIA, COM SINTOMA E APARÊNCIA.

QUE FOI CHAMADA DE ILHA, DE TERRA E BRASIL CONTINENTE

HOJE AS POTÊNCIAS DO MUNDO, NOS DENOMINAM AMERGENTE.

BASTA QUERER QUE SE PODE, CONSTRUIR UMA INDEPENDÊNCIA,

É SÓ VALORIZAR O QUE É NOSSO E TER AMOR PELA QUERÊNCIA.

QUERREMOS SER O QUE NÃO SOMOS, POR FALTA DE IDENTIDADE.

SOMOS PERFEITOS ESCRAVOS , POR IGNORÂNCIA E VAIDADE.

TODOS TRABALHAM PARA POUCOS, QUE VIVEM FAZENDO FESTA.

SÃO OS CHAMADOS ELEITOS, REGENTES DA MESMA ORQUESTRA,

QUE PERMITEM CONCENTRAÇÃO E TERRÍVEL DESIGUALDADE.

CONSTATARAM NÃO SER ILHA, UM GRANDE CONTINENTE SIM.

TERRA DE SANTA CRUZ FOI NOME, BEM ANTES DE SER BRASIL

.CADA VEZ MAIS INTERESSE, PARA CONHECER SEU PERFIL.

VEIO GENTE E FOI RIQUEZA POR ANOS E SÉCULOS SEM FIM.

NOS QUINHENTOS ANOS UMA FADA VEIO E CONTOU “ PRA MIM:”

– É MUITO DIFÍCIL PURIFICAR, OS DESCENDENTES DESSAS RAÇAS,

HAVERÃO MUITOS DESVIOS, INCOMPETÊNCIA E DESGRAÇAS.

NORMAS NÃO SERÃO CUMPRIDAS, POR VASSALO E MANDATÁRIO,

PARA POUCOS “ TRIPA FORRA”, E PARA MUITOS O CALVÁRIO.

QUE FICOU DENTRO DA ILHA, EMOLDURADO EM CHALAÇAS.

PARA SER CAPATAZ DA ESTÂNCIA,BASTA NÃO FALAR CONTUNDENTE.

UNS FAZEM OUTROS DESMANCHAM E NINGUÉM SE RESPONSABILIZA,

MENOS PROSA E MAIS SERVIÇO É UNICAMENTE O QUE PRECISA.

A FORMULA DO SUCESSO ESTA ESCRITA NUM ESPAÇO EXISTENTE,

ENTRE A ESTRELA BOIEIRAE E OS RAIOS DO SOL NASCENTE.

ESTA MENSAGEM SILEPSE, QUE ORNAMENTA O FIRMAMENTO,

EXISTE PARA ORIENTAR, OS QUE DESEJAM TER CONHECIMENTO.

MUITOS INDICAM POUCOS, PARA ASSUMIREM O GRANDE POSTO

BASTA TER AMOR A PÁTRIA E VIVER, COM O SUOR DE SEU ROSTO

TRABALHAR COM SEGURANÇA, SEGERE DESENVOLVIMENTO.

AGUARDAMOS PARA ALGUM DIA, O QUE NÃO SE ESCLARECEU

QUANDO OS “ZÉ ” MANDAREM TODAS AS “SIGLAS” PARA O LIXO,

E, ESCOLHEREM UM CAPATAZ, DE COMPETÊNCIA A CAPRICHO,

QUE SAIBA LIDAR COM O NOSSO, SEM MISTURAR COM O SEU,

SOLIDIFIQUE OS VALORES QUE CADA UM DE NÓS APRENDEU;

E MANDE OS PIÁS “PRO” ENSINO – E, ESTE DE COMPETÊNCIA,

COM CULTURA SÃO SADIAS A INFÂNCIA E ADOLECÊNCIA.

NÃO PRECISAMOS PEDIR FIADO, NEM DEPENDER DE AUXILIO,

VIVEMOS SOB O IMPONENTE VERDE E AMARELO CAUDILHO,

QUE SERVE DE DISTINTIVO, NA MAIS LINDA DAS QUERÊNCIAS.

CRESCENTE DE NOVEMBRO 2000

CALTARS – “TO”



0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

PEDIDO DE AMIGO

AQUI NO PAMPA O CAVALO, É O COMPLEMENTO DO CAMPEIRO. INCONSCIENTE FIEL ALDRABEIRO, ARREMATANDO O QUE FALO. SÓ O DONO PODE ENCILHÁ-LO, POR TRADIÇÃO E RESPEITO. NUNCA FORMA PRECONCEITO, CAMPÔNIO

Avejão

GUARDIÃO DO ESPAÇO NATIVO, QUE A MÃE NATUREZA EMPRESTA. ENCONTRO SEMPRE UM MOTIVO PARA CONSERVAR O QUE RESTA, NESTES PAGOS AONDE EU VIVO, TEATINO NENHUM ME MOLESTA. ME CRIEI COM A BRISA PAMPEANA, VEND

Ascenso

NA TERRA DA ERVA MATE, NASCE UM TAURA MONARCA, JÁ CARREGAVA SUA MARCA, TEMPIANDO ACONTECIMENTOS. COM A SABEDORIA NOS TENTOS, RUMAVA PARA A UNIVERSIDADE. POIS SÓ FALTAVA OPORTUNIDADE, DE MOSTRAR SEU PO